[Vídeo Resumo do Livro] Açúcar – O Pior Inimigo

Eu li o livro “Açúcar – O Pior Inimigo” faz já alguns anos e esse livro realmente me abriu os olhos para os malefícios do açúcar e dos alimentos açucarados (que são extremamente acidificantes). Isso me levou  a reduzir drasticamente o consumo de açúcar e a procurar alternativas, de forma a ter uma alimentação mais saudável. Durante a minha jornada de pesquisa eu conheci a alimentação alcalina que realmente mudou a vida.

Eu aconselho a leitura desse livro, mas se você ainda não teve a oportunidade de ler eu deixo aqui pra você um resumo nesse vídeo:

Resumo do Livro:

Açúcar – O Pior Inimigo

(Autores: Dr Richard P. Jacoby e Raquel Baldelomar)

O excesso de açúcar no sangue provoca a compressão dos nervos, levando a uma inflamação crônica local e respetiva diminuição do afluxo sanguíneo. Quem o afirma é o Dr. Richard P. Jacoby – um medico cirurgião americano especializado no tratamento da neuropatia periférica.

Açúcar / Carboidratos Refinados = Inflamação + Trauma = Danos nos Nervos + Dor + Mau Funcionamento dos Órgãos

Esta é a deterioração causada pelo açúcar. Começa com sinais sutis – como dores de cabeça, corrimento nasal e acne de adulto, e uma dieta repleta de aperitivos, doces e alimentos processados.

SACAROSE é o nome químico do açúcar refinado ou de mesa, composto por duas moléculas de carboidratos – glicose e frutose.

E o grande problema é que esse doce veneno está por todo o lado nas prateleiras dos supermercados – é muitas vezes o ingrediente principal de refrigerantes, iogurte, cereais, pizzas, sorvetes, bolos, chocolates, batatas fritas e muitos outros produtos industrializados.

O consumo de açúcar em grandes quantidades é responsável por mais mortes por ano do que a Guerra do Vietnã, o álcool ou o tabaco.

O americano médio consome aproximadamente 70 quilos de açúcar por ano, ou seja, cerca de 200 gramas por dia. Para ter uma ideia desta quantidade diária imagine encher de açúcar 27 vezes a colher de chá que usa para mexer seu café da manhã.

Até ao início do século 19, o açúcar refinado era caro, pelo que a maioria das pessoas não tinha como ingerir muita quantidade. A partir dessa altura, com a descoberta de que era possível obter açúcar cristalizado a partir da beterraba-sacarina -juntamente com o aumento da produção de cana-de-açúcar  – o preço do açúcar foi baixou consideravelmente. Ainda assim, no início do século 20, a maioria das pessoas ingeria apenas 11 quilos por ano.

Nos anos 70 foi introduzido o xarope de milho rico em frutose (HFCS) – um produto “mais doce que o açúcar” – que veio resolver um problema enorme relativamente ao fornecimento de alimentos, pois nessa época o preço do açúcar simples tinha subido bastante.

Este adoçante novo e barato, produzido a partir do milho cultivado nos Estados Unidos (e subsidiado pelo Governo) foi a “cereja no topo do bolo” para a indústria alimentar, que o considerava ainda melhor que o açúcar.

Além disso, e por ser líquido era mais fácil de combinar com outros ingredientes como a farinha utilizada no pão hambúrgueres e o sabor adicionado nos refrigerantes.

O xarope de milho rico em frutose foi um principais motivos que levou ao aumento das porções – e das cinturas – nas últimas décadas, porque de um dia para o outro os restaurantes de fast food foram capazes de oferecer maiores quantidades de refrigerantes pelo mesmo preço.

Para piorar ainda mais o cenário, a indústria alimentar esconde o açúcar adicionado em seus produtos sob diferentes nomes, mas açúcar é açúcar – não tem como fugir. Nos rótulos procure por ingredientes como: caramelo, dextrina, dextrose, glicose, goma-arábica, malte de cevada, maltose, sacarose, turbinado, xaropes (de ácer, de arroz, de malte, etc.), e evite esses produtos.

O corpo humano não foi concebido para lidar com essa investida diária de altas quantidades de açúcar, e por isso o resultado são os tão bem conhecidos picos de glicose ou picos de açúcar no sangue. E como esses picos são cada vez mais frequentes, isso vai gerar um verdadeiro estado de emergência no corpo – pressionando o pâncreas a liberar cada vez mais e mais insulina – a hormona que transporta a glicose para ser queimada nas células. Após anos de uma dieta pobre, excesso de peso e sedentarismo as células se tornam cada vez mais resistentes à insulina. É o que se chama de resistência à insulina. A insulina toca na campainha da célula para entregar a glicose mas a célula se fartou e não está abrindo mais a porta. Imagine ter uma pessoa chata batendo na sua porta a toda a hora…

Só que agora para além de glicose em excesso no sangue também temos insulina em excesso. O aliado se tornou nosso inimigo. E toda essa insulina e glicose em excesso no sangue dão origem à inflamação, que com o tempo se transforma em inflamação crônica.

E agora você já está entendendo melhor a fórmula causal que eu falei no início do vídeo:

Açúcar / Carboidratos Refinados = Inflamação + Trauma = Danos nos Nervos + Dor + Mau Funcionamento dos Órgãos

A inflamação crônica destrói a maravilhosa instalação elétrica o nosso corpo, deteriorando nossos nervos – os mensageiros fundamentais que estão espalhados por todo o corpo – e que são responsáveis pelo transporte de mensagens fundamentais de e para todos os órgãos e músculos do corpo.

Quando os nervos se deterioram ou são destruídos, as mensagens ficam corrompidas ou simplesmente não chegam ao seu destino, e aí os órgãos falham e os músculos deixam de funcionar corretamente.

E se não abandonar essa via expressa que está levando você diretamente do açúcar para a neuropatia periférica, então você pode enfrentar outros problemas como diabetes, doença cardiovascular, AVC e outras complicações neurológicas – incluindo esclerose múltipla, enxaqueca, Alzheimer, entre outras.

Para receber GRATUITAMENTE a "Tabela de pH dos Alimentos" coloque seu Nome e Email abaixo e clique no botão "Quero Receber":

Author: Carlos Pereira

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

GRÁTIS!!!

 

Você quer receber GRATUITAMENTE a "Tabela de pH dos Alimentos"? 

Então coloque seu melhor EMAIL abaixo e clique no botão "Quero Receber"

Email
E-mail Marketing por TrafficWave.net

Sucesso! Agora verifique seu email!