O que causa pedra nos rins? Descubra 10 tratamentos naturais para eliminar cálculos renais

Os rins são um dos órgãos mais importantes do corpo humano e cada rim de uma pessoa tem aproximadamente o tamanho do punho dessa pessoa. A principal função dos rins é a excreção de substâncias tóxicas, contudo eles também regulam o equilíbrio ácido-base (de forma a manter o pH sanguíneo entre 7,35-7,45), ajudam a manter o equilíbrio de eletrólitos no organismo, produzem alguns hormônios importantes, entre outras funções.

As pedras nos rins (ou cálculos renais) são massas sólidas que se formam nos rins e/ou nos canais urinários.

o que causa pedra nos rins

As pedras nos rins são normalmente classificadas pela sua localização:

– no rim (nefrolitíase)
– no ureter (ureterolitíase)
– na bexiga (cistolitíase)

Mas também pode ser classificadas consoante a sua composição química (estruvita, compostos de cálcio, ácido úrico, ou outros compostos).

As pedras nos rins variam em tamanho. Uma pedra de tamanho pequeno pode passar pelo trato urinário, causando pouca ou nenhuma dor. Uma pedra maior pode ficar presa ao longo do trato urinário e pode bloquear o fluxo de urina, causando dor intensa.

Este é um problema que geralmente afeta mais os homens do que as mulheres. Pessoas com sobrepeso e obesos são mais propensos a ter pedra nos rins do que as pessoas com peso normal. Também as pessoas que não bebem água em quantidade suficiente podem apresentar maior risco, dado que a sua urina é mais concentrada.

 

Sintomas de pedra nos rins

Quando as formações sólidas aumentam de tamanho e atingem pelo menos 3 milímetros, elas não conseguem mais ser eliminadas através da urina e aí os sintomas começam a se manifestar.

Alguns dos principais sintomas de pedra nos rins são:

– dor intensa, mais comumente sentida no flanco (a área entre as costelas e quadril), parte inferior do abdômen e virilha (uma condição chamada cólica renal);
– dores ao urinar;
– sangue e/ou pus na urina;
– aumento da vontade de urinar;
– febre;
– náuseas e vómitos.

O que causa pedra nos rins?

– dietas ricas em proteína, sódio (sal) ou açúcar aumentam o risco de formação de cálculos renais;

– beber pouca água;

– hipercalciúria (uma condição que ocorre em famílias em que a urina contém quantidades de cálcio invulgarmente grandes – esta é a condição mais comum encontrada naqueles que formam pedras de cálcio);

– hiperparatiroidismo (uma condição na qual as glândulas paratireóides, que são quatro glândulas do tamanho de ervilhas localizadas no pescoço, liberam muito hormônio, provocando o aumento da quantidade de cálcio no sangue);

– acidose tubular renal (uma doença que ocorre quando os rins não excretam os ácidos na urina, o que faz com que o sangue de uma pessoa permaneça muito ácido);

– doenças renais císticas (que são doenças que originam a formação de sacos cheios de líquido nos rins);

– cistinúria (uma condição na qual a urina contém elevados níveis do aminoácido cistina);

– hiperoxalúria (uma condição na qual a urina contém quantidades anormalmente grandes de oxalato);

– doenças crônicas como diabetes e a hipertensão também estão associados a um risco aumentado de desenvolver pedras nos rins;

– inflamação crônica do intestino;

– uso de diuréticos (medicamentos que ajudam os rins a remover fluidos do corpo);

– toma de antiácidos à base de cálcio;

– cirurgias (como a de bypass gástrico, podem causar mudanças no processo de digestão que afetam diretamente na absorção de cálcio e água, aumentando as chances de formação de substâncias capazes de levar à formação de pedras nos rins).

 

Tratamentos naturais para eliminar pedras nos rins

1. Mudança na dieta

A ingestão de alimentos pouco saudáveis é a principal causa de pedras nos rins. Dietas altamente ácidas tendem a criar um ambiente propício à formação de cálculos, enquanto dietas mais alcalinas ajudam a prevenir este tipo de depósitos. Beber muita água ao longo do dia também contribui para diminuir o risco formação de depósitos minerais nos rins. Reter a urina na bexiga ao invés de urinar quando “a natureza chama” também pode contribuir para a formação de pedras.

 

2. Suco de limão e azeite

As pedras nos rins provocam dores horríveis. Cerca de 80% dos cálculos nos rins são do tipo conhecido como “pedras de cálcio”. O cálcio normal do corpo quando combinado com oxalato, fosfato ou carbonato ou pode formar uma pedra.

De acordo com John Milner, especialista em urologia da Loyola University Chicago Stritch School of Medicine, os limões e outras frutas cítricas contêm substâncias químicas que podem ajudar a prevenir a formação de pedras nos rins. O limão tem uma maior concentração de citrato do que qualquer outro citrino que pode, naturalmente, inibir a formação de pedra nos rins. Os limões podem elevar os níveis de citrato na urina ajudando a proteger contra os cálculos renais. O azeite fornece lubrificação para facilitar a passagem através do trato urinário.

Ingredientes:

  • 60ml de azeite
  • 60ml de suco de limão orgânico (espremido na hora)
  • 2 gotas de óleo essencial de limão

Misture todos os ingredientes e beba. De seguida beba meio litro de água alcalina, e continue bebendo mais água alcalina durante todo o dia. Beba essa mistura até 3 vezes ao dia.

 

3. Uva ursi (ou uva-ursina)

Uva Ursi é um remédio popular comum para pedras nos rins. Não só pode ajudar a combater a infeção nos rins, mas também pode diminuir a dor e limpar o trato urinário. 500mg três vezes por dia é a dose recomendada.

 

4. Raíz de dente de leão

A raíz de dente de leão (orgânica) é um bom tônico para o rim e tem efeito purificador. Tomar 500mg duas vezes ao dia, pode ser benéfico.

 

5. Cavalinha

O chá de cavalinha é um remédio natural eficaz para pedras nos rins. Beber até 3-4 xícaras diariamente ou 2 gramas da erva em cápsula.

> Clique Aqui e aprenda como fazer o chá de cavalinha

 

6. Suco de romã

Coma romãs orgânicas e/ou beba suco de romã preparado na hora.

 

7. Suco de oxicoco (também conhecido como arando-vermelho ou mirtilo-vermelho)

O suco de oxicoco (sem açúcar) é muito benéfico para a saúde do trato urinário.

 

8. Magnésio

Estudos mostram que as pessoas com problema recorrente de pedras nos rins que tomaram suplementos de magnésio tiveram uma taxa de 92,3% de melhoria na redução de pedras nos rins.

 

9. Aipo (orgânico)

O aipo e também as sementes de aipo são ótimos diuréticos e tônicos renais. O uso regular de sementes de aipo, como um tempero ou como um chá, pode prevenir a formação de pedra nos rins.

 

10. Manjericão

O chá de manjericão é um excelente tônico renal podendo ser tomado durante todo o dia para melhorar a saúde geral do rim. Se você tem pedras nos rins, tente tomar uma colher de chá de suco de manjericão uma vez por dia por até seis meses. Acredita-se que remédios populares com suco de manjericão puro podem ajudar a induzir a expulsão das pedras do trato urinário.

Para receber GRATUITAMENTE a "Tabela de pH dos Alimentos" coloque seu Nome e Email abaixo e clique no botão "Quero Receber":

Author: Carlos Pereira

Share This Post On

Trackbacks/Pingbacks

  1. Chá de quebra pedra (Para que serve e como fazer) - Dieta Alcalina Blog | Dieta Alcalina Blog - […] tratamento das pedras nos rins. O nome Phyllanthus tem origem grega sendo phyllon […]
  2. 10 benefícios do mirtilo para a saúde - Dieta Alcalina Blog - […] é uma substância que as pessoas que tem tendência a ter pedras nos rins […]

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

OFERTA

OFERTA

 

Para receber GRATUITAMENTE a "Tabela de pH dos Alimentos" insira o seu melhor EMAIL abaixo e clique no botão "Quero Receber"

Email
E-mail Marketing por TrafficWave.net

Sucesso! Agora verifique seu email!