Novo Estudo Destaca o Papel Das Fibras Dietéticas Na Redução Do Risco De Câncer De Mama

RESUMO: Um novo estudo epidemiológico parece fornecer mais evidências de que a ingestão regular de fibras de frutas, vegetais e grãos integrais está associada a uma redução do risco de desenvolver câncer de mama (em mulheres). O estudo analisou dados de 16 estudos prospetivos no que é chamado de meta-análise.

Os resultados mostraram que as mulheres que consumiram mais fibra em sua dieta tiveram um menor risco de câncer de mama, independentemente de outros fatores de risco, como o tabagismo, consumo de álcool, obesidade e estado menopausal. A fibra obtida a partir de cereais contribui para a maior redução do risco.

Além de conter fibras – as frutas, as verduras e os cereais integrais contêm em abundância outros compostos que combatem o câncer e devem fazer parte de uma dieta saudável.

 

De realçar que frutas, verduras e cereais integrais são alimentos recomendados na Dieta Alcalina.

Alimentos que contem fibras dietéticas

Alimentos Fornecedores de Fibras Dietéticas

 

O câncer de mama é o tipo mais comum de câncer diagnosticado em mulheres, em todo o mundo.

Segundo estimativas, o câncer de mama foi responsável por aproximadamente 23% dos casos de câncer e 14% das mortes por câncer entre as mulheres em 2008.

Tem-se especulado que fatores dietéticos e de estilo de vida afetam o risco de contrair câncer de mama – Pensa-se que dietas ricas em gordura e consumo excessivo de álcool aumentam o risco, enquanto que dietas de baixo teor em gordura e ricas em frutas, verduras e fibras têm sido correlacionadas com um risco reduzido, em alguns estudos.

Agora, uma grande análise da literatura médica encontrou o que parece ser uma associação definitiva entre uma dieta rica em fibras e um risco menor de desenvolver câncer de mama.

O novo estudo analisou os resultados de 16 estudos prospetivos, algo que é chamado de meta-análise.

Uma das conclusões foi que a maioria dos tipos de fibra – com exceção das fibras insolúveis – foram associados com risco menor de desenvolver câncer de mama.

A associação foi mais pronunciada em estudos com altos níveis de ingestão de fibras (pelo menos 25 gramas por dia, em comparação com menos de 25 gramas por dia) e em estudos com grandes intervalos na ingestão de fibras.

A fibra obtida a partir de frutas, verduras, cereais e grãos foi associada a um risco menor de câncer de mama, enquanto a fibra cereal confere a mais alta redução de risco.

Os resultados foram consistentes para mulheres pré e pós-menopausa e não foram alterados após os pesquisadores levarem em conta outros fatores de risco para câncer de mama, tais como tabagismo, uso de terapia hormonal, consumo de álcool e índice de massa corporal.

Existe uma série de maneiras possíveis em que a fibra dietética pode reduzir o risco de câncer de mama na mulher.

As fibras podem se ligar com toxinas, substâncias cancerígenas, e estrógenos no trato digestivo e impedir a sua absorção pelo organismo.

Os grãos integrais, que são ricos em fibras de cereais, também são ricos em vários outros nutrientes, como polifenóis e flavonóides que já demonstraram reduzir o crescimento de tumores e o desenvolvimento de vasos sanguíneos tumorais (angiogênese).

Outras substâncias anti-cancerígenas encontradas em cereais integrais incluem carotenóides, vitamina E, ácidos graxos e fitoestrogênios, entre outros.

Pensa-se que os fitoestrogênios (substâncias derivadas de plantas que são quimicamente semelhantes ao estrogênio) podem proteger contra cânceres hormônio-dependentes, como é o caso do câncer de mama, muito embora os dados sobre este tema sejam ainda inconsistentes.

As fibras das frutas contém pectina cítrica, que em estudos em ratos, já demonstrou ter capacidade de inibir o crescimento de tumores, a angiogênese e a proliferação (metástase) de células cancerosas.

 

Em conclusão, as evidências a partir deste novo estudo indicam fortemente que a ingestão regular de fibras de frutas, vegetais e particularmente de grãos integrais e cereais pode diminuir o risco de uma mulher desenvolver câncer de mama.

 

Fonte do artigo (em Inglês): http://www.eattobeat.org/evidence/406/new-study-affirms-role-of-dietary-fiber-in-lowering-risk-of-breast-cancer.html

Para receber GRATUITAMENTE a "Tabela de pH dos Alimentos" coloque seu Nome e Email abaixo e clique no botão "Quero Receber":

Author: Carlos Pereira

Share This Post On

Trackbacks/Pingbacks

  1. 9 beneficios da cenoura para a saúde - Dieta Alcalina Blog - […] demonstraram que as cenouras reduzem o risco de câncer de pulmão, câncer de mama e câncer de […]
  2. Depoimento de Lucimara Vasconcelos - Cura do Câncer de Mama - Dieta Alcalina Blog - […] Vasconcelos apresenta seu depoimento que demonstra como é possível o restabelecimento de um câncer de mama, onde durante 9…
  3. [ESTUDO] Brócolis mata as células cancerosas e impede sua proliferação - Dieta Alcalina Blog - […] Pela primeira vez, mostrou-se que este composto é seguro e pode ser usado para desenvolver um tratamento contra a…
  4. Estudo inovador descobre que metade das pacientes com câncer de mama não precisa de quimioterapia - Dieta Alcalina Blog - […] ensaio clínico, os pesquisadores classificaram as pacientes com câncer de mama em quatro grupos, com base na recomendação de…

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

OFERTA

OFERTA

 

Para receber GRATUITAMENTE a "Tabela de pH dos Alimentos" insira o seu melhor EMAIL abaixo e clique no botão "Quero Receber"

Email
E-mail Marketing por TrafficWave.net

Sucesso! Agora verifique seu email!