Estudo inovador descobre que metade das pacientes com câncer de mama não precisa de quimioterapia

Os resultados chocantes do tão aguardado ensaio clínico MINDACT foram revelados. Muitas pacientes com câncer de mama têm recebido tratamentos de quimioterapia que não precisavam, e isso não fez qualquer diferença na sua sobrevivência. Estas foram as conclusões de um teste genético chamado “MammaPrint”, que determinou que quase metade das mulheres propostas para quimioterapia com base em recomendações clínicas padrão não precisava do tratamento.

Estudo revela que metade das mulheres com câncer de mama não precisam de quimioterapia

Após a cirurgia para remover seus tumores, as pacientes com câncer de mama em estágio inicial (0-3 nódulos positivos) com uma classificação “MammaPrint” que ia contra a quimioterapia tinham uma taxa de sobrevivência de 95%, disse a co-pesquisadora Laura van ‘t Veer, inventora do teste.

“Isso é uma taxa muito alta e mostramos que não havia diferença entre aquelas que eram tratadas e as que não eram tratadas com quimioterapia”, disse Laura Van ‘t Veer, chefe do programa de oncologia (mama) na Universidade da Califórnia, San Francisco Diller Family Cancer Center.

A fase 3 do ensaio clínico MINDACT envolveu cerca de 6.700 mulheres em 111 centros médicos de nove países. Isso representa o que nós, em medicina, chamamos o mais alto nível de evidência (nível 1A) “, disse o presidente da AACR, Dr. Jose Baselga.

“Este estudo está nos dizendo de forma muito clara que podemos poupar muitas mulheres à quimioterapia”, disse Baselga, diretor médico do Memorial Hospital no Memorial Sloan Kettering Cancer Center, em New York City.

O teste MammaPrint examina um painel de 70 genes dentro do próprio tumor para avaliar a sua agressividade e as chances de que ele volte sem quimioterapia, disse van ‘t Veer.

“O nosso teste examina sob o capô, no motor do tumor”, disse ela. “A biologia conta mais sobre o tumor do que simplesmente examinar seu tamanho, porque você está realmente olhando para o tumor”.

No ensaio clínico, os pesquisadores classificaram as pacientes com câncer de mama em quatro grupos, com base na recomendação de quimioterapia ou não através do teste de “MammaPrint” ou da avaliação clínica tradicional (em que os oncologistas usam uma ferramenta chamada de “Adjuvant! Online”).

O “MammaPrint” reduziu as prescrições de quimioterapia em 46% entre as mais de 3.300 pacientes do estudo categorizadas como tendo um alto risco de recorrência de câncer de mama com base em critérios clínicos e patológicos comuns, disseram os pesquisadores.

Além disso, cerca de 2.700 pacientes que apresentaram uma pontuação de risco “MammaPrint” baixa, mas um alto índice de risco clínico acabou com uma taxa de sobrevivência de 94,7% (a cinco anos), quer tenham sido submetidas a quimioterapia ou não, disseram os pesquisadores.

“Se pudermos selecionar aquelas pacientes que não precisam de quimioterapia, o tratamento desnecessário pode ser evitado e estaremos um passo mais perto de garantir que o tratamento para o câncer de mama seja adaptado ao indivíduo”, disse a Dra. Stephanie Bernik, chefe de oncologia cirúrgica no Lenox Hill Hospital em New York City.

O teste “MammaPrint” será particularmente valioso para as mulheres jovens com câncer de mama, disse o Dr. Victor Vogel, diretor de Oncologia e Pesquisa Médica de câncer de mama para o Geisinger Health System na Pensilvânia.

As mulheres jovens têm mais chances de receber quimioterapia no tratamento padrão do câncer de mama, embora possa destruir a sua fertilidade e deixá-las mais suscetíveis a problemas de saúde a longo prazo, disse Vogel.

“Durante a minha formação, se você tivesse uma mulher jovem com câncer de mama, ela iria receber quimioterapia”, disse Vogel. “Mas agora podemos ser seletivos, e sabemos que existe uma grande quantidade de mulheres jovens com tumores de baixa sensibilidade hormonal que não precisam de quimioterapia”.

Este teste economizará milhões de dólares em saúde, e representará um duro golpe nos lucros das grandes farmacêuticas.

De acordo com o Dr. Baselga, “Estaremos poupando muito dinheiro em quimioterapia que seria usada sem motivo e estaremos também protegendo as mulheres da quimioterapia que é tóxica e que elas não precisam”, afirmou.

Este é um grande passo na direção certa para o tratamento convencional do câncer.

No entanto, mesmo que este teste diga que você se beneficiará da quimioterapia, você deve saber que a palavra “benefício” não significa cura. Normalmente, significa apenas um encolhimento temporário do tumor. Depois disso, o câncer muitas vezes cresce e se espalha muito mais agressivamente.

Artigo Recomendado >>>
Professor da Universidade da Califórnia afirma que as pessoas normalmente NÃO morrem de câncer! As pessoas morrem da quimioterapia e em terrível sofrimento

NOTA: Este artigo foi traduzido do Inglês a partir do original que está publicado no site: www.chrisbeatcancer.com

Para receber GRATUITAMENTE a "Tabela de pH dos Alimentos" coloque seu Nome e Email abaixo e clique no botão "Quero Receber":

Author: Carlos Pereira

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

OFERTA

OFERTA

 

Para receber GRATUITAMENTE a "Tabela de pH dos Alimentos" insira o seu melhor EMAIL abaixo e clique no botão "Quero Receber"

Email
E-mail Marketing por TrafficWave.net

Sucesso! Agora verifique seu email!