9 especiarias e ervas que toda a gente deve comer para ter uma ótima saúde (Explicação de um Médico)

Dizer que a nossa oferta alimentar global sofreu grandes degradações nos últimos séculos é dizer pouco… Nossos bisavós não reconheceriam muitos dos alimentos que encontramos hoje em um supermercado típico.

Mas uma constante não mudou muito na forma como comemos desde que os primeiros apreciadores de comida descobriram que um pedaço de carne ficava muito mais saboroso se fosse temperado com ervas / especiarias antes de ser jogado no fogo. E essa constante é o uso de especiarias.

Para além de melhorar o sabor, as ervas e especiarias também promovem a boa saúde e combatem o envelhecimento acelerado. Estes condimentos tornam a sua comida deliciosa, e além disso a maioria das especiarias são ricas em antioxidantes e compostos anti-inflamatórios – uma “arma” negligenciada e subestimada na guerra contra as doenças crônicas.

Certas ervas e especiarias estão associadas a benefícios lendários. Alguns deles podem até ser contos de fadas – por exemplo: a crença de que o alho repele os vampiros – mas não existe nenhuma dúvida que mesmo nesta era da comida de plástico, a integridade das ervas e das especiarias puras permanece razoavelmente intata. Estes alimentos vegetais possuem um enorme valor enquanto fonte inexplorada de prevenção de doenças e bem-estar geral.

 

No seu livro “Smart Fat”, o Dr. Steven Masley compartilha alguns dos seus sabores favoritos, e que ele incentiva você a usar para dar mais vida e sabor às suas refeições:

ALHO – Os benefícios do alho

O alho é um dos melhores alimentos medicinais de todos os tempos e está definitivamente no topo desta lista. Ele tem uma notável capacidade de baixar a pressão arterial, prevenir coágulos sanguíneos e melhorar o perfil de colesterol no sangue.

A alicina é o composto que confere as propriedades medicinais a este alimento que fortalece o sistema imunológico. A alicina também é responsável pelo aroma perfumado do alho – aquele que os vampiros aparentemente não gostam 🙂 . Para obter a maior quantidade possível de alicina do alho, você deve esmagar, prensar ou picar os dentes de alho para liberar totalmente e ativar esta substância. A alicina é formada somente quando o alho é esmagado ou prensado e a enzima alinina se mistura com o oxigênio – por isso se você estiver a pensar engolir um dente de alho inteiro, esqueça… porque isso não traz grandes benefícios.

Ao cozinhar, evite sobreaquecer o alho porque você não só irá ficar com um sabor amargo, mas também irá destruir as propriedades medicinais do alimento. Se você gosta de sabores asiáticos, latinos, mediterrâneos ou outros, pique um ou dois dentes de alho e adicione em molhos para saladas, sopas, etc. – e faça-o sempre que possível.

especiarias e ervas que fazem bem à saúde

Os benefícios de ervas verdes

É surpreendente o quão fácil é ter em nossas mãos ervas verdes orgânicas frescas durante o ano inteiro. Elas são fáceis de cultivar na horta, mesmo no inverno, ou em recipientes em uma varanda ou pátio, se você não tiver espaço para jardim ou horta. Produzir as suas próprias ervas é uma maneira barata de garantir um fornecimento constante. Se você não puder cultivar em casa, também é relativamente fácil encontrar ervas frescas no mercado local.

SALSA: Para além de refrescar o seu hálito, a salsa purifica e rejuvenesce todo o seu sistema por causa dos altos níveis de clorofila que contém. Estudos têm ligado a clorofila a montes de benefícios, desde impedir o crescimento bacteriano, neutralizar a inflamação e até baixar o açúcar no sangue.

ALECRIM: O alecrim melhora a capacidade de memória e a função cerebral porque contém substâncias que ajudam a proteger a acetilcolina – um neurotransmissor vital. É também um potente composto anti-inflamatório e é frequentemente utilizado para tratar a artrite.

SALVA: A salva tem um efeito antidiabético em animais. Estes benefícios ainda têm de ser confirmados em seres humanos, mas sabe-se que a salva contém substâncias anti-inflamatórias e que é antioxidante. Durante séculos, ela tem sido usada na medicina aiurvédica como uma erva purificante por causa das suas propriedades antibacterianas e antivirais.

TOMILHO: O tomilho, que contém um óleo chamado timol, tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e anti-sépticas.

ORÉGANO: O orégano também contém timol e é considerada a erva com maior atividade antioxidante – quatro vezes maior por grama do que os mirtilos. Além do timol, o orégano contém carvacrol (outro óleo), que tem propriedades antifúngicas, antibacterianas e antiparasitárias. Juntas, essas substâncias anti-inflamatórias fazem do orégano uma das mais benéficas ervas que você pode adicionar à sua dieta.

 

Os benefícios das especiarias

Os seres humanos são bioquimicamente atraídos para certos sabores, como as abelhas para o néctar. E a natureza criou essa atração para esses alimentos por boas razões.

Ao contrário da maioria dos animais, nós seres humanos não podemos produzir a nossa própria vitamina C, e muitos pesquisadores teorizam que a nossa atração pelo açúcar é, na verdade, a maneira da natureza de nos fazer comer alimentos ricos em vitamina C como frutas de sabor doce.

Estamos também naturalmente preparados para amar a maioria das especiarias. Talvez a natureza lhes tenha dado seus aromas atraentes para que nós as comêssemos e desfrutássemos de todas as suas propriedades benéficas para a saúde. Afinal de contas, as especiarias são talvez as substâncias mais densas em nutrientes que nós podemos comer. Aqui estão algumas recomendadas pelo Dr. Steven Masley:

CANELA: A canela contém fitoquímicos que aumentam o metabolismo da glicose nas células (e quando a glicose é metabolizada, ela não é armazenada como gordura). Ela também pode ajudar a diminuir o açúcar no sangue, diminuir a pressão arterial e reduzir os níveis de triglicerídeos e colesterol “ruim” (lipoproteína de baixa densidade [LDL]).

GENGIBRE: O gengibre ajuda a controlar as náuseas, mas também diminui a viscosidade do sangue, o que ajuda a prevenir coágulos sanguíneos e diminui a inflamação. Em estudos com animais, o gengibre diminuiu o colesterol e retardou o desenvolvimento da aterosclerose (endurecimento das artérias).

CÚRCUMA: A cúrcuma (açafrão) contém curcumina, um dos compostos mais poderosos no reino vegetal. A curcumina tem sido usada na Universidade do Texas (MD Anderson Cancer Center) em ensaios de câncer e demonstrou capacidade para retardar a perda de memória em testes de laboratório em animais. É extremamente saudável para o fígado, que é o centro nevrálgico para a desintoxicação. A curcumina também contribui para melhorar os sintomas da artrite, o que não surpreende tendo em conta o seu enorme poder anti-inflamatório.

 

As pesquisas sobre os benefícios das ervas e das especiarias continuam, mas não há dúvida que condimentar as comidas usando essas substâncias pode aumentar o quociente de saúde dos nossos alimentos.

 

Para terminar recomendo que leia também o seguinte artigo que fala sobre como você pode conservar as ervas frescas por mais tempo:

>>> Como conservar manjericão, cheiro verde, alecrim e outras ervas frescas

Para receber GRATUITAMENTE a "Tabela de pH dos Alimentos" coloque seu Nome e Email abaixo e clique no botão "Quero Receber":

Author: Carlos Pereira

Share This Post On

Trackbacks/Pingbacks

  1. Como fazer chá de alecrim (e seus benefícios para a saúde) - Dieta Alcalina Blog - […] alecrim é uma erva extremamente saudável e que tem sido usada para tratar câncer, gripe, epilepsia, insônia, ansiedade, depressão,…
  2. Melhores chás para acabar com a tosse com catarro - Dieta Alcalina Blog - […] Além de ser diurético, o tomilho destaca-se pelas suas propriedades anti-sépticas e […]

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

GRÁTIS!!!

 

Você quer receber GRATUITAMENTE a "Tabela de pH dos Alimentos"? 

Então coloque seu melhor EMAIL abaixo e clique no botão "Quero Receber"

Email
E-mail Marketing por TrafficWave.net

Sucesso! Agora verifique seu email!